Vinagrete 22.02.02 – Defesas de culpas

João Rendeiro parece ter tido jeito para muita coisa (teve mesmo?), mas para escolher advogados, quer cá, quer lá (na África do Sul), não o parece ter tido tanto. Ou então a sua falta de jeito foi anterior, e já não havia advogados que lhe valessem.

            Com efeito, quando uma advogada se limita a pretender demorar uma extradição, sem se lhe ver qualquer outro objectivo de acção, é porque as coisas não estão brilhantes, e não pode ter ali outra defesa.

            Aliás este caso de Rendeiro só me faz lembrar o de Ricardo Salgado, quando os advogados se limitaram a querer evitar o julgamento.

            O melhor era mesmo começarem por indemnizar os roubados. Ou os que se sentiram como tal. Ou assim já não ficavam riquitos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s