Vinagrete 21.06.18 – Trajes conservadores

Ao ver, já há imenso tempo, o Festival da Canção deste ano, lembrei-me de um pensamento recorrente nestas ocasiões.

            Mesmo num Festival relativamente conservador e muito antigo, uma pessoa vestida à antiga, como as clássicas (vá lá, um ‘vintage’), seria um único a aparecer aqui com um ar demasiado original. Porque toda a gente se arranja com aquele mau gosto, pouco original, que ali vemos. Seria necessário as delegações terem uns trajes pagos, para ao menos aparecerem com um ar melhorzinho, como por exemplo alguns dos presentes nos óscares?

E para quê falar de quem ganhou, e de como iam arranjados (ou desarranjados, muito à moda, muito pouco originais)? Valha-nos os que cantam e tentam universalizar alguma coisa nas suas próprias línguas, e não vão para a suposta facilidade cosmopolita do inglês franco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s