vinagrete 19.12.11 – Portugal regional

Referendo sobre a regionalização, Wikipédia

Recomeçou a polémica das regiões. Não me parece que um assunto ser sido resolvido de determinada maneira num referendo, seja impeditivo de se fazerem novos referendos, passado algum tempo. As sociedades mudam, e os países que mais recorrem aos referendos repetem-nos naturalmente uns tempos depois do anterior.

Sou contra o referendo e a regionalização. O referendo, porque entendo que só deve fazer-se relativamente a temas menores da população, e por isso defendo assembleias decisórias orgânicas (e nunca democracias populares). Na regionalização, penso sempre que se pretendêssemos a inclusão em Espanha seríamos uma única região. Porque o somos de facto. Com língua e cultura e costumes únicos, e maus exemplos de poder regional: a Madeira é o que se tem visto, e o Porto o que se adivinha.

Portanto, permitam-me: anti-referendos e anti-regiões. Pelo Portugal uno, neste canto da Europa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s