Vinagrete 19.10.11 – Os abstencionistas

Alguns usam a abstenção como uma forma de votarem. Não gostam talvez de nenhuma das alternativas que surgem – apesar de serem imensas. Outros são indiferentes ao Governo que está, e tanto se lhes faz um como outro. Os salazarentos, os que apoiavam a proibição

Observador

do voto ou o voto muito condicionado no tempo de antes do 25 de Abril, pelos que conheço, não deixam agora de votar: querem voltar ao Poder seja como for, e gostam de ver gente como a do Chega.

A abstenção é tema todos os actos eleitorais. Primeiro, porque durante um longo período, são da abstenção as únicas sondagens legalmente permitidas. No entanto, estamos a caminhar para dados da abstenção, embora desagradáveis, semelhantes aos do mundo mais avançado, e aos das democracias velhotas. De uma coisa pareço estar certo: quem quer votar esforça-se por isso, como tanto nos esforçámos tantos, desde antes do 25 de Abril. Não vale a pena evitar dias de sol ou de futebol. Mesmo esses dias têm horas para tudo. E quanto mais se facilita, parece que andamos para pior. Basta não complicar muito.

Devo dizer que as minhas últimas experiências de voto, em sítios diversos (por me ter visto obrigado a mudar de residências), foram óptimas. Não encontro dificuldade nenhuma de que me queixar. Talvez só de facilidades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s