Vinagrete 19.05.15 – As eleições europeias e a política europeia

Parece que ninguém fala da Europa, quando a Europa anda bem necessitada de que falemos nela. O mais fácil é ir pela política nacional.

Depois, houve uma sondagem sobre os deputados mais influentes, e concluiu-se que nem são cabeças de lista, nem estão nalguns casos nas candidaturas deste ano.

Pedro Marques com António Costa, sulinrormacao.pt

Começando pelo PS, parece confrangedor o cabeça de lista, quando o estudo encomendado em Bruxelas indicava a influência de Carlos Zorrinho, e o Governo prescindiu mesmo de uma das suas melhores ministras (a melhor?), Maria Manuel Leitão Marques (mulher de Vital Moreira) para candidata. Ainda assim preferiram ter a arrastar-se penosamente Pedro Marques como cabeça de lista, o qual não suscita sequer a adesão da direcção sociaslista.

NO PSD, o híper-qualificado é José Manuel Fernandes (não confundir com o jornalista). Mas preferem ter Rangel a sobrevoar Pedrógão, como grande questão europeia. E por aí fora.

Os partidos terão nisto algum critério, ou são os primeiros a borrifarem-se para as eleições europeias, e a abrirem as portas do PE de par em par á extrema-direita – agora qualificada não sei porquê de populista, com o americano Steve Bannon (Trumpista) à sua cabeça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s