Vinagrete 18.08.20 – A Le Pen na Web Summit

Já aqui sustentei que os democratas não devem ser parvos a ponto de darem voz a uns fascistas que se apressarão a acabar com a democracia, como já fizeram constatavelmente tantas vezes (recorde-se o período anterior à II Guerra). Ainda por cima com consequências gravíssimas para todo o mundo. Talvez por não ser de um país de Leste, dou menos importância ao ‘estalinismo’.

Wikipédia

De qualquer maneira, devemos antes perceber porque é que Paddy Cosgrave, o mediático organizador da Web Summit, no ano a seguir a convidar Nigel Farage e um assessor especial de Trump, resolve virar-se para Le Pen. Pelos viastos, é pouco pluralista, e está demasiado focado numa única área.

E a Câmara de Lisboa deve ser apoiante de um tipo assim, por muito que ganhe com a Web Summit? Porque não o deixa ir para uma Câmara mais de acordo com a sua ideologia? Nem tudo o que se ganha é moralmente aceitável (admitindo que ganha mesmo mais do que gasta). E não é seguramente aceitável estar a sustentar assim um tipo que não cria empregos (prefere ter a trabalhar gente de borla, com o nome de voluntários), e está demasiado focado em políticos estranhamente comprometidos com a extrema-direita. Se a CML deixasse de o apoiar, ao menos acabavam-se estas polémicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s