Efemérides de 25 de Maio

D. Henrique, o Navegador, duque de Viseu, Wikipédia

1420 O Infante D. Henrique (1394-1460), chamado ‘O Navegador’ (pelas actividades de Sagres), duque de Viseu (1415), foi designado há 598 anos governador da Ordem de Cristo.

1521 Foi publicado há 497 anos o Édito de Worms (na Alemanha), assinado pelo Imperador Carlos V, que proibiu os escritos de Martinho Lutero e o condenou, qualificando-o como inimigo do Estado.

1884 Em Portugal, a Lei Barjona de Freitas (1834-1900, jurista e político regenerador cujo Código Penal poria termo à pena de morte em 1867) estabeleceu há 134 anos o princípio da representatividade parlamentar, de acordo com a proporção de votos de cada força política.

1895 O grande escritor de origem irlandesa Oscar Wilde (1854-1900) foi condenado há 123 anos a prisão, por danos morais (relacionados com as suas práticas homossexuais), em Londres.

1963 A Organização de Unidade Africana (OUA), foi constituída há 55 anos em Adis Abeba, Etiópia, por iniciativa do Imperador Selassie (1892-1975, com reinado entre 1936-74) e com a adesão inicial de 32 países independentes do Continente, tendo então como objectivo de princípio lutar contra o colonialismo.

1975 Trabalhadores da Rádio Renascença, propriedade do Episcopado, ocuparam há 43 anos as suas instalações, acabando por ser expulsos à bomba por Mário Soares, a pedido do então Patriarca Ribeiro..

1977 Estreou-se há 41 anos nos cinemas dos EUA o primeiro filme da série de George Lucas Star Wars, intitulado ‘Uma Nova Esperança’ – série que já vai em 7 filmes, falando-se já num novo actor, Han Solo, para um próximo capítulo independente da série.

2011 Terminou em Chicago (EUA), há 7 anos, a transmissão do programa de TV The Oprah Winfrey Show.

2014 Irrompeu há 4 anos no panorama político espanhol o partido Podemos, nascido na Internet e liderado pelo professor Pablo Iglésias (hoje a braços com a incongruência de ter uma casa de 600 mil euros, a mesma quantia que considerara mal a um membro do Governo PP), na altura ainda só com 5 lugares, nas eleições ao Parlamento Europeu.

2017 A Guiné Equatorial, já membro da CPLP apesar de não usar o idioma português, tornou-se há 1 ano no 14.º país a entrar para a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s