Vinagrete 17.07.14 – A greve dos juízes

Grevistas, fotografia do Jornal de Negócios

Como se comprova, não é o dinheiro que beneficia as profissões. Os juízes devem ser das classes mais bem pagas da Função Pública Nacional (até à frente da incompreensivelmente muito bem paga Diplomacia). E no entanto, apesar de serem órgão de soberania, e como tal deverem estar impedidos de fazerem uma greve, anunciam-na apenas por razões monetárias.

Já agora gostava de saber porque é que um juiz pede ao Governo para legislar sobre a matéria. E daí, talvez precise. Os nossos juízes são tão toscos, que lhes faz falta lerem mesmo o óbvio, antes de se pronunciarem (normalmente mal, como temos visto). Como por exemplo um artigo de ontem sobre abusos policiais correntes narrado por um colunista do Expresso Dário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s