Efemérides de 16 de Agosto (2022)

1648 Capitulação há 374 anos das forças holandesas em Luanda, no contexto da Reconquista portuguesa (post-Filipes) de Angola.

1896 Deu-se há 126 anos uma grave crise financeira em Portugal., com o Banco do Porto e o Banco Comercial de Viana, 2 instituições fundamentais do sistema financeiro nacional da época, a declararam-se insolventes.

1956 O presidente egípcio Gamal Abdel Nasser (1918-70, data do seu assassinato, em funções desde 1956) boicotou há 66 anos  a primeira conferência sobre o Canal de Suez, em Londres, numa atitude contra Israel e os seus apoiantes Inglaterra e França, utilizadores do Suez, o que acabou a provocar uma verdadeira crise bélica.

1968 O ditador português Oliveira Salazar (1889-1970, à frente do Governo desde 32) procedeu há 54 anos à última remodelação do seu Governo, antes de partir para férias, no forte de Santo António, no Estoril, onde cairia com um AVC, sendo pouco depois substituído por Marcello Caetano (1906-80, afastado do Poder pelo 25 de Abril de 74).

1984 Os EUA anunciaram há 38 anos, durante a presidência de Ronald Reagan (1981-89), o pagamento de 1,6 milhões de dólares de compensação por danos causados durante a invasão de Granada em 1983, por decisão do mesmo Presidente Reagan (1911-2004).

1994 O então Presidente da República Mário Soares (1924-2017, em funções entre 1986-96), no que foi interpretado como uma última posição sua contra o cavaquismo governamental que cairia em 95, vetou três diplomas aprovados no Parlamento apenas com os votos do PSD: as Leis de Imprensa, dos Serviços de Informação e dos Rendimentos e Património dos Titulares de Cargos Públicos.

2017 A Administração Regional de Saúde do Norte foi condenada há 5 anos ao pagamento de uma indemnização de quase 49 mil euros, num caso de negligência médica, devido ao esquecimento de uma compressa no interior da barriga de uma mulher grávida, no Hospital de São Marcos, em Braga.

2021 Primeira escassez oficial de água declarada há 1 ano no Lago Mead, principal reservatório no rio Colorado que abastece 40 milhões de pessoas, com cortes obrigatórios principalmente para o Arizona – num país particularmente reáccio a tomar medida climatéricas..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s