Efemérides de 19 de Julho (2022)

1717 A Batalha naval de Matapão (Mediterrâneo), há 305 anos, deu a vitória aos Estados Pontifícios, com apoio da Ordem de Malta, da República de Veneza e do Reino de Portugal, contra o Império Otomano.

1903 Começou há 119 anos a primeira Volta à França em bicicleta, organizada como acção de marketing pelo jornal desportivo L’Auto, ficando no calendário anual desta modalidade.

1911 Foi criado há 111 anos o Museu de Arte Contemporânea, pelo governo Provisório da I República, a partir da seleção das obras de arte existentes no Museu de Arte Antiga posteriores a 1850, e ficou instalado no Convento de S. Francisco, num espaço vizinho da Academia de Belas Artes – designando-se popularmente por Museu do Chiado desde a sua reformulação em 1994.

1920 Lenine (1870-1924), abriu há 102 anos o Komitern, II Congresso da Internacional Comunista, em Petrogrado (São Petersburgo).

1935  A cidade de Oklahoma, nos EUA, instalou os primeiros parquímetros há 87 anos, vindo a espalhar-se por todo o mundo a partir do ano seguinte.

1974 Foi criado há 48 anos o CDS, liderado por Diogo Freitas do Amaral e Adelino Amaro da Costa – vindo a fazer a sua primeira aliança com o PS, sob a batuta de Amaro da Costa, antes ainda da AD, nos ‘bons tempos’ em que dispunha de 46 deputados.

1975 Grande manifestação promovida pelo PS, na Alameda D. Afonso Henriques, em Lisboa, há 47 anos, em pleno Verão Quente, onde Mário Soares exigiu a demissão do IV Governo Provisório de Vasco Gonçalves e a instauração da democracia parlamentar.

1984 O francês Jacques Delors foi nomeado há 38 anos presidente da Comissão Europeia, ficando como o mais mítico ocupante do cargo, e acabando por ser essencial no rematar das negociações de adesão de Portugal.

1995 Chegou a Portugal há 27 anos a popular cadeia de supermercados alemã (Grupo Shwarz, e maior rede de supermercados do país de origem desde 1973) Lidl, que num só dia abriu 13 lojas – estando agora em muitos países.

2021 O Reino Unido suspendeu há 1 ano a maioria das restrições do COVID-19, no que se chamou “Dia da Liberdade”, apesar de 50.000 novas infecções diárias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s