Vinagrete 22.05.20 – Metadados

A questão dos Metadados, por permitir um maior combate à criminalidade, é mais importante do que se possa pensar, e do que António Costa terá dado a entender.

            Nos policiais da TV, vemos como os metadados são naturalmente usados nas investigações de importantes países europeus. Metadados são afinal as chamadas que as operadoras têm de guardar, durante determinados períodos. Vêm agora alegar alguns dos seus opositores, que cibercriminosos têm mais fácil acesso a dados digitalmente guardados, do que as autoridades públicas. Talvez seja verdade, e os outros países ocidentais não tenham reparado.

            Mas que a insensibilidade quanto às vítimas, e a maior protecção dos criminosos, é afinal uma preocupação de todos os tribunais, incluindo os mais políticos (como o Constitucional e o europeu), mostrando que com tal insensibilidade poderiam nomear-se antes computadores do que pessoas. Mas essa insensibilidade, embora em sentido contr sua frente um jurista.tugusentido contrcom tal insensibilidade pode3riam nomear-se antes computadores do que pessoas. Mas essa ário, também atingiu o Governo português, que tem á sua frente um jurista. Quanto ao bastonário dos advogados, já estamos habituados à sua asneirada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s