Vinagrete 22.05.13 – Naturalizações a granel

A Lei da Naturalização portuguesa, pela forma como pretende acariciar os sefarditas expulsos há uns séculos, está a ser considerada péssima, pela quantidade de naturalizações que foram passadas sem razão nem exigências.

            Mas o povo só parece preocupado com Abramovich, e não por ele ser considerado russo próximo de Putin (o que seria natural neste conflito com a Ucrânia), mas provavelmente pela sua enorme riqueza.

            E no entanto, se o problema fosse só uma pessoa concreta, não viria daí grande mal ao mundo, nem a questão se repetiria.

            O problema da Lei, é o das muitas pessoas que podem utilizá-la com facilidade, conseguindo assim uma nacionalidade europeia, e desvalorizando a portuguesa. O que é péssimo para muitos europeus, incluindo os portugueses que na maioria nada ganham com o assunto, nem são sequer adogados. E já houve mutos a beneficiar mal (a verdade é que se presta  a isso) dela.

            Entretanto, agradecíamos que o Governo fosse mais explícito nas medidas contra a Rússia, para além de palavras vazias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s