Vinagrete 22.02.03 – Do CDS para a IL

Adolfo Mesquita Nunes anunciou a mudança do seu voto do CDS para a IL, em plena campanha eleitoral para as legislativas.

            Não era preciso ser génio nenhum, para concluir que o CDS ia por mau caminho, ainda pior do que com Portas, depois da liderança de Francisco Rodrigues dos Santos. Começou por ressaltar o medo de ir a votos, querendo a todo o custo a cobertura do PSD. Sá Carneiro – noutros tempos, é certo – só embarcou numa AD com o CDS, garantindo nela a presença do então PPM – que tinha então mais fama de uma certa esquerda.

            O sucesso de Mesquita Nunes parece ter sido a ‘coragem’ de se afirmar homossexual. Uma ‘coragem’ que agora parece dar muitos dividendos políticos, até no partido em que estava, supostamente democrata cristão. Só me calha põe esta questão: como é que um cristão, mesmo homossexual, vai para ou apoia um partido que se diz liberal, ou seja, o oposto do cristianismo, e por isso rejeitado pela Igreja.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s