Vinagrete 21.07.08 – Cidadãos e turistas

Lembrei-me disto a propósito de uma notícia sobre a Travessa do Monte na Graça, em Lisboa, a que a CML tirou o trânsito, e em que um cidadão ali morador se queixava do barulho que os turistas pedestres lá fazem desde então. Eu lembrei-me de quem comprou casa em Monsanto (aldeia), no Marvão ou em Óbidos, à espera de gozar o sossego com as belezas locais, e do que devem ali sofrer com o excesso de turismo embalado pelas autoridades autárquicas, para satisfazerem o comércio local.

            Destes sítios, o que conheço melhor é Óbidos. E penso sempre que quem esperasse gozar ali de sossego, está bem arranjado. Por causa da saloiice das autoridades autárquicas.

            Em Óbidos, algum sossego, daquele que já pareceria ali estranho (só no auge da Pandemia), com a dificuldade dos turistas em se moverem.

            Pelos vistos, até há males que vêm por bem. Talvez tenham de aparecer nessas terras movimentos contra o excesso de turismo, a promoverem candidatos autárquicos que não queiram só satisfazer o comércio local – ou até ganhar com ele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s