Vinagrete 21.04.16 – Chefias militares

As chefias militares não estão em bloco de acordo com o Governo numa alteração da Lei de Bases das Forças Armadas, no que se refere ao Poder das chefias dos ramos.

            Esqueçamos o que já foi alterado na Lei, por iniciativa do Governo, depois de serem conhecidas estas posições. Não é por aí que vou.

            Não sei se serão os ramos, cujos chefes em exercício estão impossibilitados de criticarem o Executivo com que trabalham, que soltam os antecessores já reformados (e portanto sem poderem ser castigados agora pelo Governo), como por aí se diz. Mas na mentalidade militar, como nos refere um oficial general, não é crível que os antecessores avancem com atitudes públicas, sem saberem ao menos se os chefes em exercício estão de acordo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s