Vinagrete 21.02.15 – Voto emigrante

Recebi um SMS não solicitado no meu tlm (mais uma vez sugiro ás autoridades de investigação que vejam quem anda a dar os e-mails dos cidadãos, provavelmente com lucros), em que uma pessoa, claramente de extrema-direita, defende o voto dos emigrantes nas presidenciais. Essa pessoa, que se afirma emigrante, diz que gasta um dinheirão cada vez que vem a Portugal, afirmando que esse dinheirão é muito superior aos gastos anuais de muitos portugueses não emigrados com direito mais indiscutível ao voto.

Presidenciais portuguesas, YouTube

Claro que o argumento é fraquíssimo. Por haver muitos turistas que gastam de certeza ainda mais, mesmo em investimentos, e que então, pela mesma lógica, teriam igual direito.

Na minha opinião, o voto nas presidenciais tem a ver com quem aqui vive, e atura realmente o Presidente. É lamentável pôr esta questão como uma divisão direita-esquerda.

Os emigrantes devem votar com mais propriedade nas eleições autárquicas, e para elegeram quem os vai dirigir. Talvez também nas legislativas, e nos países em que vivem. Poderíamos talvez dar por aí exemplos ao mundo (embora nesta fase, isso seja difícil). Agora as presidenciais, que nada têm a ver com os emigrantes, não. Não devem estar aí recenseados, sequer, por causa da abstenção para que tenderão naturalmente. Por razões óbvias de pouco terem a ver com o assunto, salvo pessoas muito ideológicas e por motivos que pouco terão a ver com o motivo das eleições..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s