Vinagrete 20.09.16 – As criancinhas

Pergunto-me, como pai de 8 filhos e avô de uma quantidade de netos, porque um jornal se preocupa tanto em que não sejam tomadas medidas a favor da saúde das criancinhas, e ataca tanto a directora-geral da Saúde por sujeitar os mais pequenos às práticas mais normais de sanidade (quando havia muito mais para a atacar).

Educar criancinhas, YouTube

Eu sei que nos tempos que correm a maioria dos pais não tem tempo nem paciência para educar as crianças, e prefere deixá-las assim ao Deus dará (como se costuma dizer). A não ser que as aproveitem para fazer as suas políticas (como parece suceder com aquele pai do Norte, a propósito de certas aulas de cidadania, com as quais é fácil não concordar). Quando vivia em Espanha (entre Janeiro de 89 e Setembro de 2002) j já conheci muita gente que se sentia assim, incapaz de perder tempo com educações. E até diziam, dos meninos malcriados, muitíssimos, que tinham ‘mucho genio’ (muito génio) – uma maneira de desculpar todos – meninos malcriados e pais sem paciência para educações.

Como era inevitável, vamos pelo mesmo caminho. No fundo, já íamos, mas mais devagar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s