Vinagrete 20.06.17 – Magistrados

A conclusão a tirar é que os magistrados que superintendem a nossa Justiça não gostam mesmo nada de trabalhar. Opôem-se a ter umas simples férias de um mês, como todos os cidadãos.

Magistrados Judiciais portugueses, Público

E agora não querem desconfinar de qualquer maneira mais imaginativa (como alguém propôs), mas só da forma usual e mais demorada. Segundo eles, os casos judiciais em Portugal, e o tempo da Justiça por cá, devem ser sempre o mais demorados possível. Qualquer vontade de os fazer andar mais depressa, na sua escassa opinião, é desagradável, e de excluir.

Ainda ontem li no Publico, com chamada à primeira página, que os juízes estão muito incomodados por o Estado só lhes garantir as divisórias de acrílico, para o fim deste mês (e está quase), porque entretanto têm de andar de máscaras e viseiras. Será que eles sonham a quantidade de profissões que têm de usar isso mesmo, mas sem lhes passar pela cabeça refilar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s