Vinagrete 19.12.02 – Governos e médicos

Leonor Beleza nos 40 anos do SNS

Fiquei pasmado quando ouvi que, em épocas de férias, não há médicos suficientes nalguns hospitais. E lembrei-me que nunca me passou pela cabeça tirar férias, como muitas outras pessoas em cargos-chave, sem saber as conveniências dos serviços.

Luís Barbosa nos 40 anos do SNS

Agora oiço que os médicos, formados com o dinheiro dos contribuintes (e se há engenheiros ou outras profissões cujas formações ainda saem mais caras ao erário público, isso não vem a propósito), não lhes passa pela cabeça devolver nada do que gastaram (mesmo sendo talvez a única profissão em que não há desemprego em Portugal, e em que ganham sempre dinheiro). Agora oiço e leio que mal se vêem com o curso ou a especialidade na mão, dá-lhes para emigrar, para ganharem mais do que cá.

E recordo com saudades os tempos em que ministros como o centrista Luís Barbosa (nos Assuntos Sociais da AD) e a social-democrata Leonor Beleza (na Saúde, de Cavaco) se tornaram mitos, por enfrentarem os médicos. Não digo que qualquer pessoa o possa fazer, ou que não seja preciso estar bem preparado para isso: mas deu-me para os recordar com saudades. E lamentar que no PS não haja gente com semelhante coragem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s