Efemérides 11 de Novembro de 2019

Concílio de Constança, Wikipédia

1417 O Concílio de Constança (1414-18), há 602 anos, elegeu Martinho V Papa, encerrando o Grande Cisma do Ocidente (entre 1378-1417, com o Papado francês de Avignon).

1673 O mestre de campo polaco John Sobieski derrotou os turcos em Chotin, há 346 anos, o que o levou ao Trono da Polónia em 1674.

1918 Foi assinado há 101 anos (entre os Aliados e a Alemanha derrotada) o Armistício de Compiègne (num vagão de comboio na floresta do mesmo nome), dando fim à Primeira Guerra Mundial, ao mesmo tempo que, na

Austria, Carlos I renunciava à chefia do Estado – tendo sido o último imperador do Imperio Austro-húngaro, que se dissolveu nesse dia.

1921 O Presidente DOS EUA Warreng Harding (1865-1923, no cargo entre 1921-23) inaugurou há 98 anos, no Cemitério Nacional de Arlington, próximo de Washington, a tumba do Soldado Desconhecido.

1965 Teve lugar há 54 anos a declaração unilateral de independência da Rodésia (parte do actual Zimbabwe), que pôs fim à soberania britânica desse território.

1975 Depois de uma longa guerra, Angola se independentiza de Portugal mediante el tratado de Alvor, ficando o Governo controlado apenas pelo então pró-soviético MPLA.

Michael Jackson, site oficial

1991 Publicou-se há 18 nos o single “Black or White” do cantor e compositor Michael Jackson (1958-2009).

1992 O Sínodo General da Igreja anglicana de Inglaterra rompeu com mais de 400 anos de tradição e aprovou a ordenação sacerdotal das mulheres.

1997 A UNESCO aprvovou em Paris a Declaração Universal sobre o Genoma Humano, o Património Genético da Humanidade e os Direitos Humanos, o primeiro texto internacional que concilia liberdade de investigação e protecção da Humanidade.

2004 Morreu há 15 anos, de forma nunca devidamente esclarecida, num hospital militar de Paris, Yaser Arafat, o primeiro presidente da Autoridade Nacional da Palestina.

2015 Eslovénia levantou há 4 anos uma vala na fronteira com a Croácia devido à crescente chegada de refugiados da Síria.

2017 Os Presidentes da Rússia e dos EUA, Vladimir Putin e Donald Trump, negam una ingerência russa nos EUA e advogam melhorar as relaciones bilaterais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s