Vinagrete 19.04.02 – O trabalho dos moçambicanos

Acordei esta manhã com um soldado regressado de uma missão humanitária a Moçambique, na telefonia, indignado por a tropa local nada fazer, nem com os apetrechos ali mais baratos (vassouras ou catanas).

Beira, Moçambique, dw.com

Pouco depois, ouvi uma entrevista com o presidente da Câmara da Beira, em que este defendia o trabalho ali feito pela sua gente, e criticava a ajuda internacional (que achava globalmente boa, mas por não fazer o suficiente).

Interrogado sobre as árvores nas estradas, o autarca disse que estavam lá, por já não ser necessário removê-las, dado que se tinham esforçado por voltar a põr as estradas transitáveis. E louvava o trabalho árduo nesse sentido por muitos jovens voluntários.

Não há dúvida de que Moçambique tem ajuda internacional garantida, por causa da ligação a Portugal, e porque a ONU é hoje liderada por um português.

Mas fiquei indignado quando ouvi dizer que as autoridades locais tencionavam controlar melhor e mais concretamente todas as ajudas internacionais. Mais agora ao saber o pouco que o pessoal local fa de útil e humanitário pela sua gente. Do que talvez a culpa principal também seja do tipo de colonização portuguesa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s