Vinagrete 19.02.13 – Sempre a Catalunha

Compreendo que Lisboa siga com Espanha o preceito diplomático que nos leva a reconhecer Estados e não regimes, para assim não apoiar mais activamente a Catalunha.

 

Catalunha, DN

Mas insisto em não compreender os portugueses que se ofendem por a Catalunha não querer ser espanhola (claro que é muito mais evoluída), como nós mesmos, portugueses, não quisemos. O Iberismo, para ser eficaz, nunca poderia ficar sujeito ao nacionalismo castelhano, como Espanha continua a estar.

Claro que os espanhóis-castelhanos, não sendo muito sofisticados intelectualmente, vão manter presos políticos que querem a independência dos seu país, e que nunca foram violentos.

Quando a direita ataca o PSOE por negociar um OE com os catalães, não esconde o seu nacionalismo exacerbado, nem que parte dela gostava da ETA por ser mais fácio de combater a independência do País Basco com ela.

Esta aliança da extrema-direita com a direita contra os catalães, é só mais uma forma de deixar o gato escondido com o rabo de fora. E lá vai beneficiando de Bruxelas não entender que o mais prejucial à UE são os nacionalismos centralistas exacerbados. Os tais que provocam verdadeiros problemas, perante muitas ingenuidades bem intencionadas, e que abrem as portas ás extremas-direitas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s