Vinagrete 18.08.16 – O romance fascistóide

Anda por aí quem ache que a liberdade de imprensa deve ser um valor absoluto, pronto a ser servido a qualquer fascista que diga não o ser.

Expresso

Sou sensível a certas comparações, como as que se fazem entre ’estalinismo’ e ‘fascismo’. Mas não podemos esquecer que os fascistas (muito bem, e também os ‘estalinistas’) aproveitaram a democracia, e todos os seus meios, para acabarem com ela, depois de garantirem ser muito democratas. Suponho que já topamos de ginjeira os ‘estalinistas’, e estamos prontos a deixá-los viver, com proveito para as sociedades, sem nos subjugarrmos a eles. Veja-se o que fizeram pessoas como Mário Soares no PREC.

Já o aproveitamento que fazem as extremas direitas das democracia me parece demasiado perigoso. Sobretudo, no Ocidente (partindo do princípio que noutras bandas, como em certos países islâmicos) estão mais de acordo com o sentir maioritário e a cultura das populações. Ou talvez no fundo nem aí. Embora para os contrariar precisem muito de uma mãozinha guerreira ocidental.

Enfim, não sejamos ingénuos nem ofereçamos assim a democracia de bandeja. Claro que isto vem ainda mais a propósito quando os americanos estão a lutar pela Imprensa contra as ‘fake news’ de Trump, que este pretende virar ao contrário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s