Vinagrete 18.08.14 – O que valem os juízes

Os juízes nacionais divulgaram um comunicado a denunciar uma falta gravíssima de materiais nos tribunais portugueses, assacando a isso a exclusiva responsabilidade pelo mau funcionamento da Justiça em Portugal.

juízes e GNR, crimeejustica.blogspot.com

Acredito na importância dos materiais da Justiça, até em luxos que não existem noutros sectores (como o ar condicionado), mas também compreendo os cortes que estão a ser feitos em todos os sectores.

Reparo é que os juízes portugueses, com grande humildade e provavelmente enorme lucidez, consideram-se a si próprios sem importância nenhuma no processo da Justiça, que apenas dependerá dos materiais. Mas será que juízes destes merecem algum investimento em materiais?

Ou será só para acções corporativas, como narra hoje um comentador, a propósito de um juiz do Porto que desobedeceu à GNR e depois castigou os agentes da corporação que estavam em funções na estrada, e a quem ele desobedeceu, por distracção. Será que os restantes cidadãos têm direito às mesmas distracções? Ou estamos reduzidos a um corporativismo de magistrados? Note-se que eu tenho sentido na pele os abusos policiais, e não quero por isso ser o defensor dos agentes em causa. Mas os juízes parecem indiferentes aos abusos que eu sofro. Só se preocupam com os próprios, considerando portanto normal não repararem nas ordens dos agentes.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s