Vinagrete 17.07.12 – A PSP que mete medo em vez de defender

Fotografia do Público

A acusação do MP aos agentes da PSP da esquadra de Alfragide que devia servir (e não perseguir) o Bairro da Cova da Moura. Pela defesa tosca e pouco convicta que vimos nas TVs o sindicato fazer deles (ainda assim excessiva, para ser um sindicato credível), podemos imaginar como esta Polícia continua a ser mais perigosa do que defensora dos cidadãos. E o pior não são os A agentes menos capazes, facilmente depuráveis. O pior são os que se unem na defesa da podridão de uma Polícia, que continua a entreter-se mais na perseguição do que na defesa dos cidadãos, muito latino-americana ou africana, e pouco europeia.

Fotografia de pressminho.pt

Claro que já sabíamos há muito como é a nossa PSP. E conhecendo a Justiça que temos mais os tribunais que por aí há, nada nos garante que alguma coisa se venha a passar de justa.

Mesmo assim, é evidentemente um avanço esta acusação do MP. Contra uma PSO que não se limitou a crucificar cidadão levados para a esquadra à força, mas disparou até balas de borracha contra as testemunhas.

Isto parece-me bem mais grave do que Pedrógão e Tancos, exigindo medidas estruturais dos chefes militares (que andam ainda pela PSP), do Parlamento e do Governo. É necessária uma grande varridela na PSP, para pô-la a defender a Lei e os cidadãos. Boa oportunidade os 150 anos que a corporação celebra amanhã.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s