Vinagrete 16.11.09 – E cá temos a trampa do Trump

Fotografia da Agência Brasil

Fotografia da Agência Brasil

Mas não vale a pena fazermos agora estas ironias, porque o facto está já comprovado. Sou dos que admiram, como grande filosofia, a frase de um antigo jogador de futebol (como se sabe, gente pouco dada à sabedoria), de que os ‘prognósticos só se devem fazer depois do jogo’. Pessoalmente, desconfiava das sondagens, e por isso me abstive de escrever sobre o assunto estes dias. Lembrou-me o caso do Alentejo, onde o PCP tinha antes sempre mais votos do que lhe davam as sondagens; passava-se suponho que o mesmo a Norte, com o CDS. Dizia-se que as pessoas tinham vergonha de dizerem em quem iam votar realmente, e enganavam os inquiridores. Parecia-me a explicação lógica. Hoje ouvi o Pedro

O triunfador desagradável e perigoso, fotografia do País

O triunfador desagradável e perigoso, fotografia do País

Magalhães na Antena1, antigo responsável pelos inquéritos da Católica, dizer que já se podia concluir o que passou, porque muita gente recusava responder nas sondagens. Sendo assim, não entendo porque as sondagens não reflectiram logo isso, quando fizeram os seus descontos e adaptações.

A mim, Trump parece-me só mais um, a juntar a Putin, Erdogan, Maduro e quejandos. A situação é mais grave, porque se trata do País mais importante do mundo. Claro que eu temeria muito pôr-lhe nas mãos os códigos nucleares. Mas também não acredito que ele tenha sido eleito apenas com o voto dos brancos mais pobres e incultos. Houve mais gente eleic%cc%a7o%cc%83es-americanas-a-derrotada-foto-do-paisinconsciente a votar nele. Gente que prefere passar por uns tempos de horror e vida má, acreditando ser essa a melhor maneira de acabar de vez com o sistema corrupto e sem visão que nos está a governar (como aconteceu com o Brexit).

Já sei que muitos não concordarão comigo, mas Tatcher e Reagan, com a desregularização dos mercados financeiros (e a ganância inconsciente destes, em vez da sua boa visão e adaptabilidade pregada pelos liberais), levaram-nos a uma crise bem difícil. Bush filho, por sua vez, pareceu-me sempre o azar da América, sobretudo no 11 de Setembro (como se viu, com ele a dar de bandeja o mundo aos radicais islâmicos). Os EUA mereciam na altura alguém mais capacitado.

Seria Hillary Clinton? Bom, penso que ela estava mais bem preparada do que um Trump, de quem ninguém sabe o que esperar

Mais um Putin nuclear, fotografia da Deutche Wella

Mais um Putin nuclear, fotografia da Deutche Wella

(como se vê pelos mercados). Mas, como dizia Kissinger, as qualidades para se ganharem eleições são muito diferentes das necessárias para se governar bem. Por isso, a candidata democrata foi obrigada a reconhecer a vitória de Trump às 7h40 (de Lisboa) – ao menos nisso ela cumpriu uma obrigação que ele aparentemente não iria cumprir.

Recordemos agora a responsabilidade da imprensa. Como frisava ontem o Público em editorial (insuspeito, dado o seu actual director vir do Observador e ser assumidamente de uma certa direita), desculpavam-se todas as mentiras a Trump, que a imprensa até ecoava (sobre o nascimento de Obama, a preparação e execução do 11 de Setembro de 2001 por americanos, as vacinas para o sarampo que provocam autismo, o holocausto que não existiu, etc.), e o não se admitir nenhuma falta a Clinton. Será a tal coisa de se admitir aos piores o que não se permite aos melhores? Pois não deu bom resultado.

Claro que Clinton era tão de Direita ou mais que Trump (por isso os mercados gostavam tanto dela). Não foi por acaso que Paulo Portas, antes de se afastar da política, deixou dito ser ela a sua boa ‘candidata conservadora’.

Enfim, parece que o Ocidente se fartou de décadas de paz, e prefere agora apostar em loucos. Cá pela Europa também se prevêem algumas mudanças desagradáveis. Preparemo-nos pois para o pior.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s