Moledo, a praia chique do Norte

Moledo, a praia chique do Norte

Praia de Moledo, concelho de Caminha, Portugal

Praia de Moledo, concelho de Caminha, Portugal

Desde há muito, a praia de Moledo do Minho foi uma das preferidas pelas classes mais abastadas da região Norte, incluindo do Porto. À sua beleza natural alia-se o facto de se encontrar resguardada do bulício dos grandes centros turísticos, proporcionando uma certa privacidade aos seus frequentadores.

Fotografia do bloguedominho.blogs.sapo.pt

Fotografia do bloguedominho.blogs.sapo.pt

A revista Ilustração Portugueza, em 8 de Novembro de 1915, dá-nos conta da presença de um grupo de senhoras da elite da sociedade local. Claro que as praias, mesmo em Portugal, só começaram a estar de moda lá pelo virar do Século XIX para o XX. E esta praia pôs-se de moda no princípio de 1900, destronando talvez mitos balneários mais antigos como Espinho, Matosinhois, mesmo a Póvoa ou até Leça. Mais ou menos populares, tem na vizinhança praias de menos monta como Caminha (e esta é verdadeiramente a praia de Caminha), Vila Praia de Âncora ou Forte do Cão, todas nas imediações da foz do Rio Minho.

Ainda hoje, para além das caras conhecidas do Norte que continuam a não ceder ao populismo algarvio, vêem-se aqui figuras mais do Sul como o constitucionalista-mor Jorge de Miranda ou o ex-primeiro-ministro Durão Barroso (arrastado para cá pela família da mulher, uns Sousa Uva, tradicionalmente mais ligados ao Algarve; talvez

Fotografia do JN

Fotografia do JN

seja por outra costela da Margarida Uva). Moledo foi uma freguesia portuguesa do concelho de Caminha, com cerca de 7km² de área e 1 322 habitantes (no censo de 2011). Perto da fronteira Norte com Espanha, fica a 20 km de Viana do Castelo, e a 97 do Porto. Esta pequena aldeia a Norte de Portugal tornou-se célebre pela sua praia enquadrada num cenário de sonho – com o seu areal extenso, apesar de muito comido ultimamente pelo mar, entre os rochedos à esquerda (onde também abunda o sargaço), e o Forte de Ínsua (construído no Século XV para Convento, e adaptado à defesa logo no Século XVII), já no mar, à direita, rodeada a aldeia pela Mata ou Pinhal do Camarido. As águas desta praia são ricas em iodo. Muito ventosa, como quase toda a costa atlântica, é considerada excelente para windsurf/kitesurf. Diz-se que Moledo é o local «onde o Inverno vai passar o Verão». Mas diz-se isso de tantas povoações atlânticas, mesmo mais para o Sul do País… Manhãs de nevoeiro, dias ventosos, temperaturas pouco altas e forte ondulação – como exigem os banhistas locais. De resto, boas infraestruturas, animação garantida e parque infantil. Faz-se ainda muito vida de clube

Fotografia do bloguedominho.blogs.sapo.pt

Fotografia do bloguedominho.blogs.sapo.pt

– e no clube social de Moledo, no Verão, é normal ver actuar Gonçalo Lucena, um dos veraneantes, casado com uma Cristina Amaral, que sempre aqui fez férias. O areal tem sofrido alguma redução nos últimos anos. Pode-se desembarcar de barco junto ao Forte da Ínsua, que tem a forma de uma estrela de seis pontas. Neste Forte da Ínsua, existe um poço de água potável, notável por se situar no mar, sendo um dos três únicos assim existentes no mundo.

Moledo é uma praia de cinco quilómetros, localizada na foz do Rio Minho, junto a Espanha. Foi já eleita uma das 10 melhores praias de Portugal pela revista Visão. Os frequentadores habituais abençoam até a nortada. É para gente de ‘barba rija’ que a aprecia, defendendo-a dos que querem aquecer ainda mais no Verão (e devem ser recambiados para o Algarve e afins). Como alguém já disse, ali a meteorologia funciona como uma espécie de barreira natural. De resto, para quem goste, há as festas e romarias do Minho português, e o vizinho Festival de Música de Vilar de Mouros. Dantes, Manuel Oliveira, numa esplanada de Caminha (a apenas 3 km de Moledo), representava uma espécie de Museu vivo da zona. As senhoras chiques vestiam.se, e aos meninos, de minhotos/as. Há tradições festivas como estas: Senhora ao Pé da Cruz, (1º domingo de Agosto), Festa do Senhor (último domingo de Setembro) e S. Sebastião (20 de Janeiro). A aldeia em si tem também

Fotografia de jornalc.pt

Fotografia de jornalc.pt

o seu património monumental: a Capela da Senhora ao Pé da Cruz, a Capela de Santo Isidoro, a Capela de Santa Ana, o Cruzeiro e a Igreja Paroquial, o Pinhal do Camarido, o Monte do Sino de Mouros e o Monte de Crasto.

Claro que às vezes, o mar encrespado, mais violento, faz ceder o paredão da marginal. Mas isso são as contas deste Rosário. Na gastronomia, sobressaem os enchidos de porco – embora se coma bem peixe fresco e de águas batidas.

O topónimo Moledo significa pequeno monte de pedras, uma alusão ao aspecto geral do solo. Havia em Moledo dois tipos de locomoção dos moinhos de moer grãos de milho e trigo: os de vento e os de água, quase todos eles desaparecidos ou reconstruídos em habitação. Em tempos afastados havia camboas que eram formados por pedras encravadas na areia em meia-lua, virada à Terra, que serviam para apanhar peixe, quando vinha a baixa-mar.

Fortte de Vila Praia de Âncora otografia do bloguedominho.blogs.sapo.pt

Fortte de Vila Praia de Âncora otografia do bloguedominho.blogs.sapo.pt

O associativismo, em Moledo, teve o seu início em 1648 com a constituição da Confraria de Santo Isidoro. Em 1731 é fundada a Irmandade das Almas, que ainda hoje existe, sem desvios nem desvirtuamentos dos seus princípios. A Irmandade do Senhor ou Santíssimo Sacramento, da qual apenas se conhece como data provável da sua fundação o que consta da Provisão Régia de 4 de Maio de 1816, que dava o direito de receber o produto da arrematação do Sargaço do Portinho do Senhor, direito esse extinto em 1914. Estas Irmandades deviam obrigação à Junta de Paróquia a quem prestavam contas. Foram criadas, ainda, as Irmandades do Coração de Jesus e do Coração de Maria, esta constituída em 1962, desconhecendo-se a data da constituição da outra. Após a implantação da República, em 1910, surgiu em Moledo, a primeira Associação Cívica e Cultural, denominada Centro Republicano, que teve a sua sede no salão da casa de João Silva. Em 1950, fixava-se em Moledo, António Pedro (1909-66), homem de Teatro, Poeta, Escritor, Pintor, Ceramista, Critico de arte e Jornalista, pessoa de grande vulto na cultura nacional, que aqui morreu.

A primeira referência histórica a esta freguesia encontra-se nas Inquirições de D. Afonso III em 1258. O Rei apenas detinha uma quarta parte da Igreja, com os seus rendimentos. Diz que João Nunes de Cerveira comprou o quinhão de uma mulher que era herdeira doutra quarta parte, por a ter aforado ao rei, da qual ela e os seus herdeiros pagavam renda. Nesta época, a igreja paga ao Rei, pela quarta parte que lhe cabia, um maravedi, pelo S. João. Do restante pagava contributo ao bispo de Tui a quem pertenciam as outras partes. Em 1320, a renda apurada à Diocesse de Tui era de 95 libras. Nesta época Cristelo pagava mais no

Forte da Ínsua, fotografia da Wikipedia

Forte da Ínsua, fotografia da Wikipedia

censual de D. Diogo de Sousa, mandado fazer entre 1514 e 1532. A freguesia de Moledo não aparecia: como quase todas as freguesias de Caminha, estava na posse do marquês de Vila Real.

A via-férrea aparece em 1878 (dando a entender haver já um movimento para o local que o justificava), e a estrada nacional, hoje estrada velha, em 1857. Em 1916 abre-se a Rua Senhora ao Pé da Cruz para ligar a freguesia à praia. O grande impulsionador do desenvolvimento da praia de Moledo foi Dr. Arnaldo de Sousa Rego, aquando Presidente da Câmara Municipal de Caminha. A Freguesia de Moledo cresceu em torno de duas realidades distintas. Na zona litoral, multiplicaram-se as casas de gente abastada que vinha a banhos para a praia mais iodada de Portugal ou apenas passava largas temporadas ociosas no ambiente pacato da aldeia. Na zona interior da Freguesia viviam e trabalhavam na agricultura, os cidadãos locais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s