Vinagrete 20.06.05 – Saudades dos Turistas

Talvez por eu não ser comerciante numa zona onde eles comprem muito (nem em lugar nenhum, mas vá lá), não sinto saudades nenhumas

Alfama sem turistas, CM

do excesso ou não de turistas. Vi na TV uma reportagem em que havia outras pessoas, certamente que não eram comerciantes, também sem saudades.

Lembro apenas sem saudades a época em que eles andavam aí por todo o lado e, precisando eu à procura de casa, e andando a ver umas quantas, os pardieiros que me mostraram com a ideia do tal alojamento local. Só pensava para mim, que unicamente por vingança deles me poria a alugar-lhes tais alojamentos locais. Certamente eles não voltariam, porque seria difícil imaginar acomodações tão más.

Parece entretanto haver quem já sinta saudades dos turistas. Como dizia atrás, não serei um desses, mas também não lhes alugaria ou venderia os pardieiros que me mostraram para eles. Não seria por isso, ou por mim, que eles deixariam de vir. Talvez por alguns dos saudosos mais espaculativos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s