Vinagrete 19.11.20 – Votar com os pés

Nunca melhor dito: perante os anúncios de que a escola pública vai deixar de ter retenções ou chumbos (atenção: estou de acordo em

educare.pt

que os professores dediquem maior atenção aos alunos atrasados, e procurem aumentar-lhes as notas; mas também sei que há casos irreparáveis), os pais começaram a votar com os pés. Segundo a imprensa diária de hoje, não só as pessoas ricas, mas mesmo as de uma classe média com menos possibilidades para isso, estão a levar os filhos para colégios privados.

Claro que era injusto os pais ricos de maus alunos terem acesso a explicações, e os pobres não. Mas daí a ver-se o que se vê hoje de ninguém saber nada, como reparamos nos concursos televisivos, em que nem os acentos esdrúxulos dão para distinguir as palavras que, não os tendo, não são esdrúxulas; nem se sabe o que é a República de Vichy, etc.

É certo que nesta mediania de mediocridade, nem são muito prejudicados por isso nos empregos nacionais. Uma das participantes num concurso menos sabedoras era museóloga. De qualquer modo. Não há como prevenir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s