Vinagrete 18.01.29 – Os desaires da SuperNanny

Devo começar por esclarecer que nunca vi a SuperNanny, mas estou sensibilizado para toda a polémica que a rodeia pelo que tem vindo na imprensa.

SuperNanny, Notícias ao Minuto

Quanto ao programa da SIC em si, não vou dizer nada. A não ser isto, mais geral: os programas das actuais TVs não me interessam em geral, e prefiro não os ver. A SuperNanny para mim, nesse aspecto, é como muitos outros.

Já para os que esperam da TV um papel mais importante na educação das crianças nacionais, como parece ser essa Comissão de Menores que por aí anda, tenho de admitir que talvez tenham alguma razão. Eu não sei tudo, e até embirro com aquelas pessoas muito mal informadas, e por isso cheias de certezas. No entanto, alguma coisa tive de fazer com os meus 8 filhos. Ora, pelo que li, a SuperNanny intervém nos casos de famílias desesperadas pela má educação das suas crianças. Talvez o problema seja terem chegado a este ponto. Há uma frase da minha mulher, obviamente também mãe de uma carrada de crianças (hoje já adultos), que eu retenho sempre: mais vale chorarem eles hoje, do que chorarmos nós depois por causa deles. E aqui está uma grande verdade. Porque nessa altura, também eles terão razões de choro (mesmo que ainda o não notem). Só que tenho reparado na falta de vontade dos pais de hoje educarem os filhos – que passaram a funcionar mais como brinquedos pessoais. Daí a SuperNanny e ideias quejandas. Ou a convicção de muitos, como esses pais-amigos mais a tal comissão, de que deva ser a TV a educar as crianças, pelo maior contacto que tem com elas relativamente aos próprios pais actuais..

Na minha opinião, a tal comissão deveria preocupar-se mais em educar os pais para a sua função, do que em defender crianças mal-criadas de castigos públicos. Mas parece que hoje isso seria pior, e mais difícil de fazer em TV, sobretudo por causa das opiniões dominantes sobre educação e crianças. Quanto à TV, parece que o seu papel actual é ir atrás de audiências, em muitos casos seguindo o que já está a fazer sucesso no estrangeiro (sempre dá menos trabalho e maiores garantias de sucesso).

Seja como for, aí temos já a SuperNanny suspensa, pelos poderes mais politicamente correctos. À espera do julgamento que terá lugar a 15 de Fevereiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s